Síndrome Pósférias

A síndrome pós-férias é um estado de incapacidade de se adaptar ao trabalho, após o retorno de férias, com as conseqüentes reações físico-psíquicas, que normalmente resolvem em poucos dias, com sintomas como depressão, irritabilidade, fadiga, incapacidade para tomar decisões, apatia, insônia, dores musculares, tensão nervosa, palpitações, náuseas, sensação de falta de ar e problemas gastrointestinais, entre outros. Principalmente esta síndrome ocorre por incompatibilidade de horário, mudança nas refeições e no ritmo diário e pela mudança brusca para um ambiente de trabalho, que faz com que se mude o ritmo das últimas semanas em que você estava de férias, juntamente com a maneira que cada pessoa tem de viver a volta ao trabalho. Em geral, existe dificuldade para se concentrar e sonolência generalizada, ainda pode haver mudança de caráter, com tendência para a agressividade e com um certo ar depressivo, fatos que fazem com que tenha dificuldade para enfrentar o trabalho e realizar as tarefas diárias. A aglomeração do trabalho, ao não poder desempenhar as funções diárias, a falta de comunicação com os colegas e a família e um caráter amargo têm suas conseqüências, podendo dar lugar a uma crise que afeta as suas relações. Há que dizer que o normal é que em poucas semanas se volte a se adaptar ao ritmo de trabalho, mas a maioria das vezes esta síndrome, pode ser devido a uma falta de descanso durante as férias e a um descontentamento no trabalho, que já existia antes das férias, pelo que será necessário uma atitude positiva no trabalho e tentar ver as coisas de outra forma. Para evitar isso, será necessário voltar alguns dias antes de que acabem as férias, para ir adaptando-se progressivamente para a rotina da vida diária e, se possível, dividir as férias, para poder desfrutar delas em períodos diferentes, é outra maneira de ter outro incentivo para a hora de voltar ao trabalho. Fonte Imagem ThinkStock.