Riscos dos Esteróides

Os corticosteróides têm um grande potencial no tratamento de uma variedade de condições, desde lúpus até a asma, imitam os efeitos dos hormônios que o corpo produz de forma natural nas glândulas supra-renais. Quando as doses excederem os níveis normais do corpo, os corticosteróides suprimem a inflamação, que pode reduzir os sinais e sintomas de doenças inflamatórias, como artrite e asma, no entanto, os corticosteróides também acarretam o risco de produzir efeitos secundários. Os efeitos secundários dependem da dose da medicação que se recebe, em questão de dias ou semanas de iniciar o tratamento oral, pode-se ter um maior risco de desenvolver glaucoma, retenção de líquidos, aumento da pressão arterial, alterações de humor e ganho de peso, com depósitos no abdômen, rosto e parte de trás do pescoço. Ao tomarcorticoides orais, a longo prazo, você pode experimentar: cataratas, açúcar no sangue, diabetes, aumento do risco de infecções, perda de cálcio nos ossos, desencadeando osteoporose e fraturas, irregularidades menstruais, pele fina e aparecimento de manchas. Efeitos colaterais dos corticosteróides tópicos Por via tópica podem levar a ter uma pele mais fina, lesões vermelhas e acne. Efeitos colaterais dos corticosteróides Ao usar corticosteróides, alguns dos medicamentos podem depositar na boca e garganta, em vez de fazê-lo nos pulmões, podendo causar tosse, rouquidão, ressecamento da boca e dor de garganta. Efeitos colaterais dos corticosteróides injetados Os efeitos colaterais produzidos podem incluir dor, infecção, encolhimento dos tecidos moles e perda de cor da pele. Apesar de seus efeitos colaterais, os medicamentos corticosteróides sendo um tratamento médico importante, para obter o máximo benefício com o menor risco deve: – Tentar diminuir as doses ou administrar doses intermitentes. – Mudar para tratamentos não-orais, corticosteróides. – Consultar as alterações ou decisões de tratamento com o médico. – Se tiver de interromper o tratamento, não fazê-lo de forma repentina, mas gradual. Fonte Imagem ThinkStock.