Por que ocorrem as convulsões?

Não é possível estabelecer uma única causa da origem das convulsões. São um sintoma de um problema cerebral. São causadas por um excesso de atividade elétrica no cérebro e, dependendo da parte do cérebro afetada gera variados sintomas. Algumas convulsões ocorrem desmaios com movimentos espasmódicos ou tremores no corpo. Outras não são tão óbvias porque não provocam convulsões, como episódios de olhar fixo durante segundos. As convulsões ou ataques podem fazer perder a consciência ou não. Igualmente, pode afetar todo o corpo ou podem afetar apenas uma parte do corpo. As causas mais comuns que desencadeiam convulsões são: –Epilepsia. Nesse caso, o paciente tiver epilepsia deve levar uma etiqueta de advertência médica. -Tumor cerebral -Lesões ou traumas na cabeça -Infecções, como por exemplo, a meningite -Acidente vascular cerebral Também há outras causas que se originam por irritação nas células cerebrais. É em caso de hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue), consumo de drogas como estimulantes,febre muito alta, que costuma ser frequente em crianças, e a abstinência de álcool. Geralmente, a maioria das convulsões que se detêm em si mesmas, após um período de tempo. Geralmente pode durar de 30 segundos a 5 minutos. Não obstante, a vítima pode se machucar, sobretudo em caso de desmaio, vômito ou não receber oxigênio suficiente. Deve-Se ficar junto com a vítima e evitar que se faça dano até que se recupere, ou até que chega um médico. Em qualquer caso, você deve avisar ao médico sempre que se tenha uma convulsão para detectar a causa e colocar no tratamento adequado ao paciente. Existem vários exames de diagnóstico como TC de cabeça, EEG, punção lombar ou testes de sangue. Não se pode evitar um ataque quando ocorre, tudo o que é recomendado é não usar drogas recreativas. Fonte imagenThinkStock.