Os minerais e a contração muscular

Seus músculos se contraem cada vez que te moves, e o processo começa quando os músculos recebem o sinal do cérebro. Para um funcionamento muscular adequado, não só é necessário obter proteína suficiente para construir os músculos e calorias para estimular as contrações, mas também os minerais permitem que se produza as contrações. Cálcio O cálcio é essencial para a ativação das enzimas que causam a contração muscular. Boas fontes de cálcio são os cereais, leite, queijo, iogurte e sucos. Escolha laticínios com gordura ou sem gordura para limitar a ingestão de gorduras saturadas, que estão presentes em leite integral. As gorduras saturadas aumenta os níveis de mau colesterol LDL no sangue. Uma dieta de 2.000 calorias deve incluir três serviços de produtos lácteos por dia. Magnésio Mais de uma quarta parte do magnésio no corpo se encontra nos músculos, e ajuda a regular o equilíbrio do cálcio e do potássio, para a contração muscular. Precisa de magnésio para metabolizar os hidratos de carbono, gorduras e proteínas em energia, e ajuda a manter os ossos fortes e promover uma pressão arterial saudável. Algumas boas fontes de magnésio são as verduras de folha verde, amendoim, nozes, bananas, leite e grãos integrais. Potássio O potássio é um mineral e um eletrólito essencial para a contração muscular, já que ajuda a regular o potencial de membranas. O potássio é encontrado em frutas, verduras, legumes, produtos lácteos, frutos do mar e grãos integrais. Além disso, pode ajudar a baixar a pressão arterial. Sódio O sódio, em colaboração com o potássio, realiza uma série de funções no organismo, entre elas, controlar as contrações musculares. Uma dieta rica em sódio pode causar pressão arterial alta, o que aumenta o risco de enfermadad cardíaca. Os adultos saudáveis não devem tomar mais de 2,300 mg por dia, e as pessoas com hipertensão não devem tomar mais de 1.500 mg por dia.