Os adoçantes de baixas calorias são seguros para a nossa saúde?

Os adoçantes de baixas calorias são realmente seguros para o nosso organismo?, nos últimos anos, diversos especialistas na matéria têm levantado esta questão a que a Agência Francesa para alimentos, Meio Ambiente e Segurança e Saúde ocupacional(ANSES) deu recentemente resposta em um comunicado onde confirma a segurança desses produtos para a nossa saúde e bem-estar, gostaria de saber mais sobre os resultados desta pesquisa?, então continue lendo. A obesidade constitui um dos problemas mais prementes que sofre a população a nível mundial. O número de pessoas que sofrem de excesso de peso ou obesidade mórbida tem aumentado nos últimos anos, devido, em boa medida, a uma alimentação baseada em gorduras polinsaturadas , o stress e uma atitude claramente sedentário em que se deixou de lado a atividade e exercício físico diário. Isso leva muitos pacientes a agir o quanto antes para evitar contrair doenças que o excesso de peso pode conduzir. Isso implica fazer uso de alimentos de baixo teor de gordura que reduzam os níveis calóricos do nosso organismo. Os adoçantes de baixas calorias são apenas um dos muitos produtos de que se tem servido a população para combater as calorias que possa contribuir com o açúcar convencional. No entanto, nos últimos anos, têm circulado rumores sobre os possíveis efeitos colaterais e tão prejudiciais que podem ter alguns de seus muitos componentes, como é o caso do aspartame. Apesar disso, a Agência Francesa para alimentos, Meio Ambiente e Segurança e Saúde ocupacional (ANSES) reconhece que a segurança dos adoçantes de baixas calorias para todo o tipo de doentes, incluindo as mulheres grávidas. Desta forma, tentaram calar todos os rumores e medos existentes a respeito. Algo que, por outro lado, também confirmou Huge Prite, o presidente da International Sweeteners Association (ISA) da França, que diz que todos os alimentos e bebidas ricos em adoçantes de baixas caloríasson totalmente seguros para a nossa saúde, além de ser particularmente benéficos para "todas as pessoas que queiram reduzir seu consumo de açúcar e sua ingestão calórica". Não obstante, para que todos os setores da população fiquem mais tranquilos ao respeito e possam, assim, combater os medos que se têm gerado em torno dos adoçantes de baixas calorias, a agência francesa ANSESseguirá com suas respectivas investigações para limpar toda sombra de dúvida a esse respeito e, muito especialmente, para confirmar os estudos científicos que falam sobre os benefícios destes adoçantes para combater as cáries, os níveis de açúcar no nosso sangue e a obesidade. Não obstante, não nos esqueçamos de que uma alimentação saudável e equilibrada, completada com um pouco de exercício todos os dias, além de levar uma vida um pouco mais relaxada são alguns dos fatores que, não só nos permitirá combater os quilos a mais, mas que também podem nos ajudar a alcançar o bem-estar físico e mental. Post Patrocinado