Exercícios benéficos para o Parkinson

Os últimos avanços na doença de Parkinson permitem que a qualidade de vida do paciente, haja melhora de maneira considerável. Os diferentes tratamentos permitem controlar de forma mais eficaz as flutuações motoras e o resto de sintomas comuns da doença, como tremor, rigidez dos músculos, dificuldade nos movimentos e na coordenação. No entanto, é muito importante, pela especial natureza da doença, o paciente e a família têm conhecimento da importância de ter uma vida ativa, realizando todo o exercício que possível. Não só vai permitir uma melhoria de nosso estado físico e mental, mas que o paciente tenha uma melhora na coordenação, movimentos e na massa muscular, que é muito favorável. É fundamental que a pessoa com doença de Parkinson faça um exercício suave e dinâmico de forma regular. Então, o que a primeira coisa que terá que fazer é entrar em contato com seu médico, que lhe dará uma série de diretrizes para a hora de fazer exercícios, bem como, aqueles que forem mais convenientes. Terá de ser um exercício que não exige muito do paciente. Por isso, é importante notar que, ao igual que com o resto das pessoas, a prática de exercícios como caminhada, bicicleta estática, exercícios aeróbicos são muito benefícios para o estado de forma de a pessoa que sofre de mal de Parkinson. Parte deste exercício, é altamente recomendado que se tenha uma vida ativa , ajudar a fazer as coisas de casa e tentando fazer por si mesmo tudo o que se possa. Além disso, há que ter em conta que a doença de Parkinson, as pessoas costumam sofrer distúrbios de peso e, por conseguinte, que a realização de exercício físico vai ajudar a perder peso, se se ganhou ou se, pelo contrário, se adelgadazado ajudá-lo a recuperar a massa muscular. É também de salientar que é muito importante fazer exercícios que melhorem a mobilidade, de forma que, com uma série de exercícios, a pessoa notará uma melhoria muito substancial em seus movimentos. Alguns dos exercícios básicos, recomendados por todos os médicos especialistas, o que pode ser feito de forma diária, são: Cabeça e pescoço: 1. Virar a cabeça para a direita e para a esquerda, tentando tocar com o queixo a cada um dos dois ombros. 2. Ladear a cabeça de um lado para outro, tentando tocar com a orelha cada ombro. 3. Inclinar a cabeça para a frente para tocar o peito com o queixo, e depois joga a cabeça para trás. 4. Girar a cabeça, primeiro no sentido dos ponteiros do relógio e depois no sentido contrário Exercícios de marcha: Se precisa de ajuda, faça com que alguém o acompanhe ao seu lado. Quando pratique apenas, ande perto de uma parede. 1. Você tem que tentar ficar o mais reto possível. Coloque os pés separados a uma distância de cerca de 35 cm 2. Levante os dedos e dê um grande passo em frente com a perna direita. Ao mesmo tempo, leve o braço esquerdo para a frente. 3. Desloque o peso do corpo sobre a perna adiantada e levá-la ao chão, apoiando o calcanhar no primeiro lugar. 4. Continue caminhando. É muito importante se concentrar em suas ações para ter um comprovante de que se está fazendo. A prática permitirá que saia de forma intuitiva e melhorar de forma natural a sua marcha. Para melhorar a postura: -. Caminhe com as mãos apanhadas nas costas. Para melhorar a coordenação entre pernas e braços: -. Para melhorar a coordenação entre pernas e braços, ao caminhar, leve em cada mão um jornal ou revista em rolos, concentrando-se em mover a perna direita com o braço esquerdo e a perna esquerda com o braço direito. Ombros: -. Levante os ombros para cima e depois volte à posição normal. empurre os ombros para frente e depois para trás. Braço e ombro: -. Levante ambos os braços para a frente, para cima e por cima da cabeça, e em seguida volte à posição firmes. Braço e da mão: -. Leve uma mão para a frente, com os dedos estendidos, mantendo a outra mão fechada sobre o peito. Em seguida, inverta a posição dos braços. Tronco: Para manter o equilíbrio, se necessário, sujétese a um objeto fixo. 1. Com os pés separados e as mãos para os lados, dobre o tronco para a frente e para trás. 2. De pé, com os pés separados e as mãos para os lados, ladée o tronco para um lado e para o outro. 3. De pés, com os pés separados e as mãos para os lados, gire o tronco em sentido do movimento dos ponteiros do relógio e no sentido contrário. Coxa e abdômen: A realizar tanto na cama e no chão. 1. Deitado de costas, levante uma perna o máximo que puder, sem dobrar o joelho, e em seguida vuélvala ao chão. Repita com a outra perna. 2. Deitado de costas, levante a perna, gírela no ar com o pé estendido, em sentido horário e anti-horário, e, em seguida, volte a perna no chão. Repita com a outra perna. Pernas: 1. Deitado de costas, dobre o joelho, levando-o mais próximo possível do peito, e em seguida, estenda a perna e vuélvala ao chão. Repita o mesmo com a outra perna. 2. Estando de pé, com as costas em uma superfície plana, coloque alternadamente cada perna para a frente e para cima o mais alto possível, mantendo o joelho, sem dobrar. 3. De pé, sujeitando-se a um objeto fixo, levante a perna para um lado com o joelho, sem dobrar. Abaixe a perna no chão e repita com a outra perna. 4. de pé, sujeitando-se a um objeto fixo, leve alternadamente cada perna para trás o mais longe possível, sem dobrar o joelho. 5. Sentado em uma cadeira de encosto reto, levante-se alternadamente em cada perna até que o joelho fique estendida. 6. Sentado em uma cadeira de encosto reto, levante e abaixe-se alternadamente em cada perna, como bater no chão com os pés. As mãos e os dedos: 1. Abra e feche cada mão. 2. Estenda e feche os dedos de cada mão. 3. Separe e alternadamente os dedos de cada mão. 4. Gire as mãos sobre as bonecas. 5. Flexione e estenda a mão aberta sobre a boneca. Pés: 1. Sujeitando-se a um objeto fixo, levante-se, alternativamente, sobre os dedos e nos calcanhares. 2. Na posição de pé, levante e abaixe os dedos. 3. Separe e alternadamente os dedos dos pés. Exercícios de respiração: -. Estes exercícios podem ser realizados de pé ou sentado. Ao inspirar levante ambos os braços sobre a cabeça e, ao expirar abaixe os braços em ambos os lados.