Como fortalecer o sistema imunológico

Nem todos os sistemas imunes funcionam da mesma forma e um número de fatores que afetam a saúde do sistema imunológico, alguns não se podem controlar, como os mais vulneráveis, que são os das crianças e dos idosos. A cirurgia e as feridas, dando a oportunidade aos micróbios de afetar o sistema imunológico. Outros riscos incluem a doença crônica, a pobreza, o stress, a viver com tantas pessoas e água potável da torneira. Felizmente, existem formas para fortalecer o seu sistema imunológico. Alimentação adequada São imprescindíveis as dietas ricas em frutas, legumes e frutos secos que promovem a saúde imunológica, pois são ricos em nutrientes, bem como uma adequada ingestão de proteínas, tanto de origem vegetal ou animal. Os cogumelos medicinais, como o shiitake, maitake e reishi contém beta-glucanos, que são carboidratos complexos que melhoram a atividade imune contra as infecções e o câncer e reduz os casos de alergias, haverá que evitar o açúcar e as bebidas açucaradas. Reduzir o stress O estresse psicológico aumenta o risco de constipação e outros, e o estréscrónico pode promover um sistema imunológico hiperativo-reativa e agravar doenças como alergias, asma e doença auto-imune.A redução do estresse, atividades como a meditação ou massagem, produzem mudanças positivas no sistema imunológico. Exercício moderado A prática de exercício físico moderado descarrega a tensão e o estresse e melhora a função imune, pelo menos, 45 minutos de exercício de intensidade moderada, cinco dias por semana. Dormir bem Dormir adequadamente promove o crescimento e hormônios de reparação. A falta de sono ativa a resposta de estresse, reduz a função imune e aumenta as substâncias químicas inflamatórias, que fazem com que você se sinta doente. Maior socialização As pessoas ricas vidas sociais gozam de melhor saúde e maior longevidade do que os solitários. Relações sexuais As relações íntimas e sexuais têm vantagens sobre o sistema imunológico, as pessoas que têm relações sexuais uma ou duas vezes por semana tinham 30% mais anticorpos IgA, que os que tinham relações sexuais com pouca frequência. Deixar de fumar O tabaco provoca a inflamação, aumenta o muco das vias respiratórias, tem um maior risco de contrair infecções respiratórias, incluindo resfriados, bronquite, pneumonia, sinusite e infecções do ouvido médio. Fonte Imagem ThinkStock.