10 alimentos para conseguir o sucesso no esporte

A cozinha mediterrânea não é apenas uma das dietas mais saborosas do mundo, mas também graças a uma grande variedade de deliciosos ingredientes frescos também é um dos mais saudáveis. Certifique-se de incluir alguns desses alimentos em sua dieta. Os tomates vermelhos brilhantes obtêm sua cor, graças a um antioxidante chamado licopeno. Várias pesquisas têm associado as dietas com uma abundante ingestão de tomates com as taxas de câncer mais baixas. A Refrigeração dos tomates diminui o seu sabor, assim, que armazena os tomates frescos, à temperatura ambiente. Beber quantidades moderadas de álcool (como o vinho tinto (ou branco) com uma refeição pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver doenças cardíacas e diabetes. Rúcula, folhas de mostarda, e outros vegetais de folhas verdes são uma incrível fonte de fibras e vitaminas antioxidantes como o beta-caroteno e vitamina C. Na cozinha mediterrânica são muito características, as verduras de folha verde em suas muitas formas, como em saladas simples. O macarrão de trigo integral tem um índice glicémico mais baixo do que a massa normal. Esta é a chave para qualquer pessoa em risco de desenvolver diabetes, já que os alimentos com baixo IG ajudam a manter os níveis normais de açúcar. Seja comendo massa, incluindo vegetais e gorduras não saturadas (como o azeite), pode-se também reduzir o índice glicêmico da refeição. A maioria das cozinhas mediterrâneas servem fruta de sobremesa, seja uma maçã, uma banana, figos recheados de mascarpone com morangos ou as alças em vinho doce. As frutas são baixas em calorias e muito ricas em fibras, vitaminas A e C, e minerais, como o potássio e o magnésio. O peixe é uma fonte de proteína magra, é também abundante em ácidos graxos omega-3. Estas gorduras protegem contra ritmos anormais do coração e reduzem a inflamação, isso pode ajudar os corredores para que se recuperem mais rápido. Os peixes são ricos em ômega-3 incluem o salmão, a cavala, o arenque, o atum, a sardinha e a truta do lago. Já estão secos ou enlatados, feijão possuem uma boa quantidade de fibra e proteína de origem vegetal, que são uma alternativa saudável à carne. Além de ser uma fonte de muita fibra e vitaminas antioxidantes, o brócolis e seus primos-brassicaceae como o repolho, a couve-flor e couves de Bruxelas, contém substâncias que combatem o cancro chamados isotiocianatos. Vermelho, amarelo, verde, e até mesmo cor de chocolate, os pimentos doces ou pimentões, podem ser adicionados a uma paleta de pintor de cores das refeições, juntamente com uma boa dose de vitaminas A e C. Os pimentões tostados ou assados na grelha intensificam o sabor e dá-lhes uma textura cremosa. O alho ajuda a manter o colesterol total e pressão arterial. Existem muitas maneiras diferentes de experimentar o sabor, por isso você deve encontrar a que mais gosta. Mantenha os alhos longe do calor e da luz do sol para evitar que germinem.